O Yoga é liberdade!

Há quem pense que viver uma vida a pleno vapor é vive-las em regras el imites. Por outro lado, há quem acredite que viver uma vida completamente regrada e calculada, ponderando cada passo, pode trazer o equilíbrio necessário à vida cotidiana.

O caminho do meio é o Yoga: disciplina que leva à liberdade.

A prática do yoga não exige uma guinada no modo de viver a vida; ele não pede que o praticante abdique de seus gostos, hábitos ou rotinas. Trilhando o caminho da prática, passo a passo, dia a dia, o yogue podeO Yoga é liberdade! perceber que existem maneiras diferentes de se comportar e viver em harmonia com tudo que nos cerca, o que está fora e dentro de nós. Por isso, uma pessoa que não possui horários fixos, alimentação regrada ou que simplesmente não sente necessidade de viver sob tais cuidados, não encontra no Yoga um disciplinador rígido e exigente que cobra modificações radicais de imediato.

O Yoga proporciona liberdade e autenticidade, sem aprisionar seus praticantes em regras e condutas rígidas. Não é necessário ser vegetariano, dormir e acordar cedo, ou ter um histórico de pré-disposição para exercícios. O Yoga está aberto a todos que quiserem experimentar e se deixar transformar

Alguém pode dizer: “Ah, mas existem relatos de pessoas tiveram suas vidas mudadas pela prática do Yoga”. É verdade! Mas a mudança não vem pela imposição. Chega de mansinho com a nossa transformação.

Quem pratica se aproxima de si mesmo e redescobre o prazer de observar os próprios hábitos e atitudes. Nada complexo ou cansativo, são as coisas corriqueiras do nosso dia a dia que ganham novo colorido e saem do “automático”: qual comida colocamos no prato, a qualidade do nosso sono, o que nos leva a ter certos comportamentos na vida e assim por diante.

De forma sutil e delicada, o Yoga cumpre seu papel de potente transformador e, como contra partida, pede apenas a entrega e a disciplina. para nos levar, assim,à satisfação e liberdade inerentes a nossa natureza humana.