Mensagem especial de Patricia Walden sobre os ensinamentos de BKS Iyengar na China

Queridos alunos, Minhas saudações. Acabo de retornar da China. Eu queria compartilhar com vocês todos alguns momentos preciosos do evento extraordinário que foi a viagem histórica de BKS Iyengar à China. Este foi o maior grupo que ele já ensinou – 1.000 estudantes eram esperados e quase 1.400 estavam presentes. Em uma entrevista para o jornal Times of India, Guruji BKS Iyengar falou da importância do evento e descreveu-o como sendo o mais recente passo em milhares de anos de intercâmbio cultural entre a Índia e a China. Palestrantes chineses compararam BKS Iyengar ao Bodhidharma (que trouxe o budismo da Índia para a China) e Lao Tzu (um dos fundadores do Taoísmo). A comunidade chinesa recebeu Guruji e os professores seniores com imenso amor e apreço. Guruji foi infatigável, dinâmico e apaixonado. Seus ensinamentos foram simples, mas profundos. Na abertura, antes da conferência, Guruji recebeu uma saudação de estrela do rock no hotel da convenção. Havia tantos estudantes e simpatizantes reunidos que nós achamos que ele ia ser pisoteado! Um dia antes do início da convenção, foi um dia livre, de passeio, que durou até tarde da noite. No dia seguinte, uma conferência de imprensa onde Guruji entrou ao som do tema de Star Wars! Naquela segunda noite, houve um banquete com quinze pratos diferentes e duas horas de palestras de professores de yoga de toda a Ásia. Guruji falou muito sobre o coração de forma contínua e sobre a divindade que mora dentro dele. Suas palavras foram simples, diretas e profundas. Ele terminou seu discurso dizendo-nos para amarmos-nos uns aos outros e viver em paz. Ele nos disse como ter o melhor aprendizado durante a convenção: com um cérebro vazio, deixar nossas próprias idéias irem embora, o coração e os olhos bem abertos; consciência e atenção vibrantes. Ele começou o primeiro dia de ensino segurando uma folha e comparando-a aos nossos pés. Ele estava poético e inspirado. Então, ele ensinou Tadasana, Utthita Trikonasana, Utthita Parsvakonasana, Prasarita Padottansana, Parsvottanasana. Ele explicou que estas são as posturas em pé mais importantes. Ele disse: “O cérebro se torna leve quando temos um bom alinhamento. Nossos movimentos devem ser dinâmicos, agradáveis e animados.” Ele terminou a aula com um savasana muito profundo. A programação era que Guruji ia ensinar por duas horas, no primeiro e no segundo dia. No primeiro dia, ele ensinou a todos os 1.400 alunos por quase 3 horas e meia. Ele ficou o tempo inteiro, e voltou no meio da aula da tarde que Birjoo Mehta estava ensinando (uma revisão da aula da manhã) para ver se os alunos haviam “compreendido bem”. Difícil acreditar que o nosso amado Guruji está com 93 anos. No segundo dia, ele ensinou durante três horas e meia e reviu os asanas de pé desde a primeira aula, e então ensinou Bharadvajasana, Virasana, Parsva Virasana, Marichyasana III, e Pascimottanasana. Ele teceu comentários sobre vários yoga sutras: I.2, I.14, I.16, II.34, II.17. Ele ensinou e explicou os elementos e teceu-os em seu ensino com um foco especial na pele (akasa), tanto interna quanto externa. “Para trabalhar com o movimento”, disse ele, “a pele tem de ser suave.” Aqui está o gosto desse ensinamento: em Bharadvajasana na parte posterior do corpo, a pele posterior se move para baixo. Na parte frontal do corpo, a pele interna gira. A pele da parte posterior deve ser suave para poder virar. No terceiro dia, os ensinamentos de Guruji foram além das palavras durante uma outra classe de três horas e meia. Ele ensinou com simplicidade, mas, ao mesmo tempo era sutil e prático. Ele começou respondendo o que ele observou nos alunos, dizendo que algumas pessoas praticam para estar em forma e para serem fisicamente atraente e que “isso é importante, mas é a beleza do yoga que nos torna naturalmente bonitos.” “Não pratique pela beleza estética, pratique pela beleza cósmica. Pratique pela beleza e pela luz interior. Quando você tem luz interior que você tem beleza interior, a beleza cósmica. Mude do cosmético para o cósmico”. Ele então começou a ensinar através das demonstrações de sua neta Abhijata. Seu foco era sobre como praticar quando você está num estado mudha (opaco). Ele mostrou retroextensões com suporte e Inversões com suporte também. Para tamas ou depressão, ele ensinou a trabalhar a partir da periferia. Para um estado rajásico ou hiperativo, as mesmas posturas foram feitas diferente. Para rajas você trabalha com o corpo interior. . Tamas se torna rajas e rajas se torna sattva. Em outras palavras, apatia e letargia se transformam em apego e atividade, e isso finalmente se transforma em sabedoria e paz. O resto da aula foi tipo uma formação de professores. Ele ensinou cinco maneiras diferentes de fazer Sirsasana, Sarvangasana e Urdhva Dhanurasana. Ele ensinou como começar a trabalhar com inversões. Era um grupo muito novato, então ele ensinou a partir da base em todos os asanas, mas mais uma vez ele equilibrou simplicidade com sutileza. Nós paramos à 1:00 h, e voltamos às 3:00 hs para perguntas e respostas. Então tivemos uma sessão de fotos com todas as 1.400 pessoas; depois demonstações de yoga e conversas. Nós os assistentes, fomos homenageados com guirlandas. Então Guruji foi enguirlandado e honrado de novo, e de novo e de novo. Os estudantes chineses cantaram uma canção sobre um amor de 10.000 anos de duração. Ela foi direto para os nossos corações. O evento foi programado para terminar às 6, mas fomos até 8:30. Foi um evento espetacular. A comunidade chinesa nos recebeu com seus corações e nos regou com amor. Fazemos parte de uma linhagem extraordinária, em que os ensinamentos nos foram passados fielmente. Temos uma grande oportunidade de praticar o que nos foi dado e transformar nossas vidas. Eu volto dessa experiência com plenitude, alegria e amor em meu coração. Eu estarei compartilhando minha experiência da convenção e alguns dos ensinamentos de Guruji na minha aula da noite de terça-feira, 28 de junho. Com amor e bênçãos a todos, Patricia Publicado Originalmente em: http://iyengar-yoga.hu/special-message-from-patricia-walden-about-bks-iyengar%E2%80%99s-teachings-in-china/