Iyengar Yoga e o Uso dos Props – materiais de apoio

Por Geeta Iyengar Há muitos anos atrás o uso de props não era reconhecido nem aceito para a pratica de asanas e pranayamas. Atualmente as pessoas demandam aulas de demonstração de uso dos mesmos. Para guruji não foi fácil criar o uso de props, mas ele tinha um insight germinando internamente definitivamente. A pratica dele inspirou-o a dar forma a esses props. No 1º capitulo do Hatha Yoga Pradipka é mencionado um grande yogue que tinha deficiência física e que “jovens, adultos, velhos, doentes e pessoas com deficiência podem obter perfeição com a pratica constante” (Até Yoga Pradipika 1:64). Existe, portanto uma dica evidente do uso de algo para apoiar essas pessoas em suas praticas. No 2º capitulo você nota métodos usados para limpeza do corpo “shat krya” como, por exemplo, o cordão para limpeza do canal nasal. Guruji leu em livro manuscrito de propriedade seu guru Krishnamacharya sobre yogues que viviam nas florestas e praticavam yoga kurunta nas arvores. Kurunta significa marionetes. Também le-se um comentário de Ramanujacharya em cima de Bhagavad Gita salientando que poderia ser usado um suporte para a meditação. A palavra em sânscrito usada foi “sopa” que significa suporte. Guruji durante a sua pratica iniciou uma conversa interior consegue mesmo: “Eu não estou tocando determinada parte, mas se eu tivesse alguém me puxando, me empurrando, me erguendo eu poderia chegar longe”. Por exemplo: os iniciantes possuem menos firmeza em suas articulações e tônus muscular o que os leva a escorregar nas esteiras; eles não são capazes de abrir a sola do peh e guruji pensou em firmar a mesma contra a parede. Uma vez ele mencionou “A parede, meu Guru!”. A partir daí inúmeros suportes forma criados para, por exemplo: abrir o pulmão e peito de pessoas que sofrem de asma, tosse e resfriados crônicos.