Garth Mclean no Brasil – Iyengar Yoga para Esclerose Múltipla

Em 2016 o Studio Iyengar Yoga São Paula traz para São Paulo Garth Mclean, professor Sênior de Iyengar Yoga da Califórnia. Garth McLean era um alto executivo de Hollywood cuja vida mudou drasticamente quando ele recebeu um diagnóstico de esclerose múltipla. Ele tornou-se um renomado professor de Iyengar Yoga e tem ajudado e inspirado professores e alunos com esclerose múltipla em todo o mundo. Saiba mais da história de superação vivida por Garth por meio do Yoga.

Descobrindo a esclerose múltipla

Era um dia quente de maio de 1996, quando me vi lutando para andar. Depois de um trabalho estressante e itinerante na indústria do entretenimento, eu estava produzindo uma peça de teatro em Hollywood e procurando descobrir o que viria a seguir. Havia um mês que meu corpo vinha perdendo progressivamente a funcionalidade. Tarefas simples, como segurar uma caneta, de barbear, ou comer com um garfo, tornaram-se praticamente impossível. Sintomas misteriosos rastejavam através de mim, roubando minhas habilidades motoras e deixando meu corpo entorpecido. Algo estava muito errado. Em um esforço viril para não mostrar nenhuma fraqueza, eu persistia. Quando a dormência ultrapassou meu rosto e crânio, entrei em contato com o departamento de neurologia da UCLA e foi imediatamente internado no hospital para exames médicos. Depois que a suspeita de um tumor no cérebro ou espinha foi descartada, fiquei aliviado ao ser diagnosticado com esclerose múltipla remitente-recorrente.

A boia salva vidas da Yoga

Uma vez que a tempestade no meu corpo diminuiu com a ajuda de esteróides intravenosos eu tive alta do hospital. Em choque e armado com um bolso cheio de remédios e o conselho do meu médico para tentar yoga, eu estava determinado a encarar minha nova realidade e superar este desafio. Um amigo recomendou Iyengar Yoga, então eu me levantei e cai no Instituto LA. Me foi jogada uma bóia salva vidas por Manouso Manos, Karin O’Bannon e outros que me guiaram em aulas diárias. Minha saúde psicológica, mental e física melhoraram radicalmente. Esta yoga estava funcionando! Inspirado, aliviado, e disposto a tomar o risco, eu escolhi renunciar o protocolo farmacêutico e abracei uma prática diária de yoga, juntamente com mudanças na dieta e estilo de vida. O ambiente do Instituto LA foi uma mudança em relação de meus arredores hollywoodianos e eu me vi num mundo povoado principalmente por mulheres. Um ambiente estimulante que muitas vezes respondia às preocupações do sexo feminino, eu estava regularmente entre as mulheres que estavam menstruadas ou que enfrentam outros desafios do sexo feminino. Ao invés de se sentir desmotivado, fui encorajado a olhar para mim mesmo e respeitar o que estava acontecendo em meu corpo em um determinado dia. Comecei a desenvolver uma abordagem mais intuitiva para a prática, sabendo quando impor a minha determinação masculina e quando pegar mais leve para oferecer ao meu corpo o que ele precisava naquele dia. Garth Mclean - Yoga para Esclerose Múltipla - Studio Iyengar Yoga São Paulo

Descobrindo os Sutras

Logo descobri os Yoga Sutras de Patanjali, e aprendi que nós temos essas coisas chamadas vrttis (flutuações da consciência). Se nada fosse feito, eu imaginava que minhas vrttis se manifestavam no plano físico como sintomas de esclerose múltipla, ou doença. Eu aprendi que abhyasa e vairagya (prática e desapego) são os meios para cessar com os movimentos flutuantes da consciência. Foi um momento “Ah-Ha!”. Minha determinação fortificada, eu olhei para abhyasa e vairagya para me ajudar a mapear as águas potencialmente turbulentas na minha vida. Eu precisava praticar sem estar ligado aos resultados. Isso apresentou-me um outro desafio – um cara gosta de algo sólido, a que ele possa se relacionar. O espelho reflexivo da prática soou verdadeiro, me ofereceu conhecimento experimental concreto, me manteve presente, e me ofereceu um olhar rigorosamente honesto sobre minhas habilidades e limitações. Mantendo o foco, eu poderia vencer o passado. Um mundo completamente novo se abriu. Eu estava alerta, confiante e fundamentado na realidade. Depois de vários anos de prática e saúde restaurada, eu estava inspirado para estudar no Instituto em Pune.

Conhecendo B.K.S. Iyengar

Animado para conhecer o homem cujo trabalho teve o um efeito tão profundo em minha vida, eu compartilhei minha história com BKS Iyengar. Seu conselho:
“Todos os dias você deve caminhar sobre a linha tênue entre coragem e cautela.”
Força, ego, determinação e persistência são características muitas vezes associadas a um homem. Com o minha esclerose múltipla em cheque e a ressonância dos concelhos de Guruji, minha prática começou a se desenrolar. O medo e a dúvida podem nos deter na vida e em nossa exploração do Eu. Como um homem, eu convoco abhyasa e vairagya quando me esforço para superar esses obstáculos. Quando eu entro em Urdhva Dhanurasana de Tadasana, por exemplo, abhyasa me incentiva a manter a disciplina, conectar as pernas com a coluna e fazer, enquanto vairagya me adverte a colocar o meu ego e o apego ao resultado de lado, trabalhar discrição e moderação, e não exagerar. Atendendo a seus conselhos, encontro tranquilidade, confiança e contentamento. Garth McLean com BKS Iyengar

A manutenção do veículo que abriga minha alma

Ao longo dos anos, tenho resistido a várias tempestades de recaída de esclerose múltipla. No meio de qualquer tempestade volátil, o desafio é colocar a incerteza e o medo de lado, continuar com dedicação e não se apegar ao resultado. Um pouco de fé ajuda, juntamente com os conselhos de Guruji em Luz sobre a vida de aplicar a inteligência e a memória para mapear o presente e o futuro. Consistentemente a prática restaura a calma. A manutenção é sempre exigida em qualquer veículo para funcionar sem problemas, e o veículo que abriga a minha alma não é uma excepção. Confio que ao aplicar de forma inteligente as ferramentas de coragem, cautela, prática e desapego, o corpo físico será mantido saudável; qualquer medo e dúvida colocados de lado. O conselho de Guruji foi ecoado em uma conversa com Prashantji sobre mula bandha kriya:
“Temos de trocar a primeira marcha. Caso contrário, o motor vai queimar.”
Com a inspiração de Guruji, e orientação hábil e compassiva de Geetaji, estou aprendendo a aplicar aspectos filosóficos de Patanjali à ação realista e ir além da simples prática física. Como Guruji disse recentemente:
“Por que polir seu antigo Eu? Precisamos polir nosso novo Eu!”
As inscrições para o Workshop já estão abertas! Acesse a página para inscrever-se! Texto traduzido de Garth McLean on Iyengar yoga and Multiple Sclerosis