Algum dia

“Algum dia, se você for capaz de esticar os limites de sua consciência com regularidade, além do que você já conseguiu fazer, você será agraciado.” BirjooMehta

Algum dia

Ele nos ensinou isto durante a conferência e convenção em San Diego no mês passado. Abaixo estão trechos do artigo de Birjoo. Ele generosamente forneceu respostas às perguntas de professores de nosso Centro.

Você é um homem de família, um engenheiro, um praticante de Yoga e professor, juntamente com outros papéis. Quais conselhos você poderia nos dar sobre como desenvolver e manter uma prática de yoga ativa em meio a uma agitada vida profissional e familiar? Como você tem equilibrado isso?

Não tenho a certeza que eu estou qualificado para responder a esta pergunta, como eu não me vejo como um exemplo ideal de ter equilibrado todos os aspectos. Eu tenho meus desafios e deficiências. Eu certamente gostaria de me ver mais dedicado à prática de yoga do que eu realmente faço. Se houver uma aparência de equilíbrio, é mais porque tenho sorte de estar cercado por pessoas que me apoiam, em vez de eu ter que contribuir ativamente para a situação. Além disso, situações potencialmente conflitantes entre essas atividades, muitas vezes milagrosamente foram resolvidas por conta própria, que só posso creditar às bênçãos de Guruji. Então, eu não sou necessariamente a pessoa certa para dar dicas neste sentido.

Yoga é o que equilibra os outros aspectos da minha vida. Pode-se ser obcecado com a carreira à custa de todo o resto. Pequenos problemas podem romper relacionamentos. Yoga é um dom que traz moderação. Yoga traz tolerância. Yoga traz empatia. Assim yoga é o que equilibra os outros aspectos da vida.

No entanto, se a nossa prática de yoga é feita à custa de nossas outras responsabilidades, então eu não acho que a prática será sustentável.

Que orientação você pode nos dar para a virtuosidade na prática?

Virtuosismo na prática vem através da implementação e não apenas pelas intenções. Deixe-me usar a terminologia de gestão moderna. A visão(visão=como nossa meta final se apresenta) do yoga é tadadrastuhsvarupeavasthanam(o vidente em seu próprio esplendor) e a missão(missão =o que devemos fazer) é chittavrittinirodhah(cessação dos movimentos da consciência)e os valores (valores =comportamento que é aceitável, ou seja, virtuoso) são osyamaseniyamas.

Para sermos capazes de cessar o movimento da consciência, deveríamos primeiro ser capazes de observar a consciência. As ações repetitivas que fazemos, não são feitas de uma forma consciente. A consciência não é plenamente manifesta e, portanto, não pode ser observada. Somente quando a experiência é algo novo, a mente chama a inteligência e todos os aspectos da consciência se manifestam conscientemente e alerta.

Algum dia

Assim, em nossa prática de yoga, precisamos usar as impressões de nossas práticas anteriores para mover-nos rapidamente na postura. Então devemos começar a explorar através da observação. O que é que não tínhamos experimentado anteriormente que está sendo sentido agora? Se nós descobrimos alguma coisa, como podemos aumentar a sensação e o que causa a diminuição desta sensação? Se estamos sentindo algo de um lado, então, considere o que é sentido do outro lado. Ao trazer o sentimento do outro lado também, isso faz de você mais alerta, mais maçante ou agitado? Se isso te torna mais aguçado e alerta, esta é uma ação correta. Se isso faz você se sentir maçante ou agitado, desfaça a ação e também tente fazer algo que diminuirá a sensação no primeiro lado.

Desta forma, invoque a consciência, de modo que você sinta uniformidade e agilidade por todo o corpo. Manter a atenção uniformemente ao longo do tempo é asana. Todas as outras atividades estão apenas entrando ou saindo do asana. Estar no asana é uma prática virtuosa.

O que acontece é que, quando temos a uniformidade de alerta em todo o corpo, quando a consciência está totalmente manifesta em todas as partes do corpo, neste ponto estamos também perfeitamente alinhados. Assim, o alinhamento torna-se uma estratégia. O ajuste físico calibrado torna-se uma tática.

Com a prática virtuosa contínua, começamos a levar nossa consciência a alcançar as fronteiras de nossos corpos do lado de fora e do centro do corpo para dentro. Algum dia, se você for capaz de esticar os limites de sua consciência com regularidade, além do que você já tinha feito antes, você será agraciado.”

BirjooH. Mehtaéum dos professores seniores de Mumbai, na Índia. Ele começou a aprender yoga diretamente com B.K.S. Iyengar em 1974 e tem viajado extensivamente com ele em suas turnês. Birjoo foi convidado para liderar convenções nacionais em todo o oeste e leste. Mais recentemente, quando o Sr.Iyengar ensinou assessões da manhã no Encontro da China, Birjoo liderou as sessões noturnas.

Tradução livre de: Giuliana Sena

Fonte: https://www.iyengaryoganorthcounty.com/birjoo-mehta-iyengar-yoga-teacher/