Equilibrando os elementos em um Ásana por B.K.S. Iyengar – Parte 02

Se você pensa e trabalha com prithvi tattva, os ossos, então você vai aprender como o prana e o vayu se movem. Como os músculos que são a parte central fazem e se espalham de forma equivalente através do osso e a pele. Em outras palavras, como os músculos que estão no centro, de forma equilibrada se posicionam entre o osso e a pele. Observe o seu Shirshasana quando o osso forma o elemento terra e os músculos se equilibram. Observe se eles estão equilibrados, de forma equivalente entre a pele e o osso. O seu Shirshasana vai então ser muito diferente.Cada Ásana complementa e suplementa o outro. Em Shirshasana, você toca primeiro a carne e depois o osso, enquanto em Viparita Dandasana, você toca primeiro o osso e depois a carne. Você precisa observar a interconexão entre os Ásanas, enquanto eles te guiam. Mas você não observa e acaba por não aprendendo isso. Você sabe o que o Tadasana ensinou para o seu Trikonasana, mas se eu fosse perguntar para você, o que o seu Trikonasana te ensinou, você não sabe. Quando você faz Trikonasana para o lado direito, a sua perna toma um formato da letra J, ela não está mais estendida. Você olha para o pé e você fala : o pé está reto, em Parshva konasana , a parte lateral da perna de baixo, ela se inclina , enquanto a perna esquerda vai em direção ao osso, isso se chama Pratipaksha Bhavana . Você não estuda o Paksha, então como pensa em estudar Pratipaksha ? Você precisa encontrar o que é que se move na corrente da mente. A mente é o elemento fogo – Tejas e é Teja que cria a mobilidade. Entre os cinco elementos: Prithvi (PRITHVI); Ap (AP) – Água ; Tejas (TEJAS) , Vayu (VAYU) e Akasha (AKASHA). Tejas é o elemento que está no meio. Ele é como a balança da justiça, está no centro. Ele precisa de agir de forma imparcial, entre Prithvi (terra) e Ap (Água). Medindo estes quatro tattvas, com o Teja estando no centro como a balança da justiça. A confusão precisa de ser reposicionada pela clareza. Você vai suprender ao perceber que você não mantém a parte frontal do pé direito, bem posicionado, quando você faz Trikonasana do lado direito. Enquanto essa parte está bem posicionada e enraizada no lado esquerdo. Você já, por alguma vez, notou como um lado é agudo e o outro lado é bambu? Você já pensou porquê um lado é agudo e o outro é bambum? Você pode usar uma espada se ela não está afiada? Se a base não está afiada, como é que você pode dar forma aos músculos? Os erros acontecem desde a sua base. Esta é a razão pelo que mencionou que o Ásana é Naro Kha.Você pode oscilar a sua inteligência do lado direito ao esquerdo, do esquerdo ao direito. Quando você faz do lado direito, você não se importa com o que o lado esquerdo está fazendo? Você não se importa se a perna esquerda derrapa, se inclina ou se o joelho vai para o outro lado? Você percebeu o que aconteceu no lado esquerdo, quando você leva o joelho para dentro.? Qual é a reação da ação de levar o joelho para dentro? Observe a amplitude dos movimentos e a amplitude da inteligência que também acompanha. Um alongamento não é fisico, você não alonga o seu músculo, você estende a sua inteligência. Isso é Vijnana tattva (VIJNANA) tattva (TATTVA). Isto é Vayu tattva. Vayu tattva aparece quando Tejas tattva auxilia. Ap-tattva que faz parte de água, que são os músculos. Os músculos têm a qualidade da água. Como é que isso se equilibra? Esse equilibrio depende de Vayu tattva, do elemento Ar. Você precisa de estudar como Ap-tattva precisa de ser ajustada através de Vayu- tattva. Se voce equilibrar Ar, Água e o elemento do Fogo em um Ásana, então vai acontecer um espaço dentro do seu Ásana. Espaço significa vastidão. Você restringe o espaço, no local aonde você não fez de forma correta o Ásana. Nesse local, o espaço diminui. No momento, em que você entende isso, então você usa Tejas-tattva que pode ser ajustado e reajustado até você sinta o alongamento do corpo. Você sente a consciência na perna direita, na perna esquerda, na sua espinha, no latissimos, nas axilas, você sente a consciência em todos os locais. Você precisa de expandir espaço e lugares aonde você comprimiu. Voce precisa mirar e tentar isso em cada um dos ásanas. Quantos de vocÊs se esquecem do pé, quando você pressiona os seus dedinhos nas costas, em Sarvangasana. O que é o pé de Tadasana em Sarvangasana? Como o pé acontece do dedão ao calcanhar em Tadasana, é desde da parte posterior superior do braço, do trícepes até à cabeça do cotovelo. Toda essa região está tocando de forma bem equilibrada o chão ou está desequilibrada. Se essa região está desequilibrada, o seu Ásana estará desequilibrado. Lembrando então que o pé de Tadasana em Sarvangasana vai desde da parte posterior superior do braço, ali do trícepes até à cabeça do cotovelo. Quando você faz Sarvangasana, você precisa de pensar se o cotovelo está olhando para fora ou para dentro, se está em linha com a parte interna dos calcanhares. Quando você está em pé, você desenha uma linha em Tadasana. Você, alguma vez, já desenhou essa linha em Sarvangasana? Estou ensinando como tornar-se ciente em Ásanas simples e não Ásanas difíceis como Vrikshasana. Você não pode apresentar Ásanas complicados, até que você tenha uma base já sabida, conhecida. Muitos acreditam que os Ásanas complicados, não são necessários. Porque nós então o fazemos? Você precisa de fazer esses para aprender a interprenetrar. Você pode interprenetar em Shirshana. Qual é a extensão da interprenetação que vem em Viparita Dandasana ? Essa extensao da interprenetação ela vem em Shirshana? A cabeça está para baixo em Viparita Dandasana, bem como em Shirshana. Mas o efeito é o mesmo ou é diferente? Os Bhutas e os Tanmatras trabalham de forma diferente nesses dois Ásanas e como eles trabalham diferente os cinco Karmendriyas, cinco Jnanendriyas: Manas , Buddhi ahamkara, Tirtha, Antahkarana, Antaratma também são diferentes. Você sabe que o efeito é diferente, mas você sabe alguma coisa além disso? Através da observaçao do movimento de Viparita dandasana , você pode aprender como o Shirshana deve ser feito. Embora o Shirshana seja mais simples que Viparita dandasana. Viparita dandasana guia você em como fazer Shirshana. Nós temos desasseis pétalas no nosso corpo, eles estão de forma subjetiva escondidas em você. Como você reage às pétalas que estão fora de você? Os pancha bhutas? Os pancha tanmantras? Como eu mencionei anteriormente, os pancha tanmantras são como Munis ou Sábios . O que é dia para o homem ordinário, é noite a um Muni. O que é dia a um Muni, é noite para o homem ordinário. Esse tanmatras precisa de ser acordado, enquanto se faz um Ásana. Você precisa de encontrar esses Muni no seu corpo. Pausa da segunda parte.